Entendendo uma empresa: o que é o capital de giro?

3

Se você está familiarizado com assuntos empresariais, com certeza já ouviu falar no capital de giro. Esse recurso fundamental de toda empresa é o que, de fato, permite que ela continue operando de forma ativa. Quer saber mais? Acompanhe a leitura e conheça a fundo o que é o capital de giro e como ele funciona!

O que é Capital de Giro em uma empresa?

Conteúdo

Controlar a vida financeira útil da sua organização é mais do que essencial para garantir um bom funcionamento, não é mesmo? Isto possibilita que todos trabalhem despreocupados e mais focados. Um capital de giro contém, normalmente, dinheiro e crédito, os principais responsáveis por fazerem com que a sua empresa possa permanecer ativa. 

O que é Capital de Giro em uma empresa?
O que é Capital de Giro em uma empresa. Fonte/Reprodução: original.

Além disso, ter capital de giro possibilita que você consiga realizar os pagamentos no prazo aos seus fornecedores e claro, quitar custos e outras despesas que tenham surgido. Inclusive, você mantém a sua matéria-prima em atividade e garante que terá mais reservas dentro do seu estoque.

No entanto, a vida financeira pode ser um pouco mais complicada para algumas empresas, que terão de adotar métodos para aumentar o capital de giro, seja cortando gastos desnecessários ou evitando solicitar empréstimos para pagar por qualquer despesa.

Para que serve o capital de giro?

O capital de giro tem a função de fazer com que a sua empresa permaneça em plena atividade. Percebe que ter um dinheiro líquido e rentável é extremamente essencial a qualquer organização? Sabemos que com as situações atuais do país, se torna um pouco mais complexo suprir as necessidades empresariais e que alguns gastos podem acarretar problemas.

Para evitar isso, é essencial adotar medidas que ajudarão você a aumentar os valores e ficar despreocupado. O capital de giro deve estar sempre alto, ter as suas reservas e claro, essas últimas não devem ser usadas, a menos que ocorram problemas internos.

Como funciona o capital de giro?

O capital de giro pode ser, por exemplo, os produtos inseridos no estoque da sua empresa, e é justamente destes produtos que saem os valores que ficarão inseridos no caixa. Dessa forma, cabe a você realizar a venda dos insumos e ter um lucro maior que o esperado.

Acontece que, se esses insumos permanecerem parados, você não terá um capital ativo, certo? O seu dinheiro deixa de entrar e, aos poucos, você terá de recorrer às reservas que não deveriam ser utilizadas.

Como é calculado o capital de giro?

O capital de giro possui uma fórmula bem simples que é CGL = AC (ativo circulante) – PC (contas a serem pagas). Atualmente, porém, existem softwares capazes de fazerem o monitoramento do controle financeiro, sendo um deles o UniPlus.

Com ele, temos total praticidade de checar banco, descontos, contas que devem ser pagas e o que será recebido. Dessa forma, você deve simplesmente procurar anotar os valores em uma planilha ou bloco de notas a fim de manter consigo.

Como aumentar?

Para aumentar o seu capital de giro, será necessário cortar gastos e evitar gastar os valores desnecessariamente. Converse com os fornecedores e faça um negócio que seja atrativo a ambos os lados, principalmente ao da sua empresa.

É possível fazer a antecipação dos pagamentos, de fato, mas é sempre interessante tomar cuidado antes de fazer a solicitação de um serviço de empréstimo por conta das taxas. Os juros nem sempre são bons aliados e você deve fazer as contas antes de procurar o serviço.

3 Comentários
  1. […] dizer que a economia de escopo é aplicada a uma empresa quando ela consegue produzir diferentes tipos de itens que teriam um custo maior se fossem feitos […]

  2. […] que uma empresa obtenha o tão desejado crescimento, é fundamental que ela conte com funcionários capacitados, que […]

  3. […] é sempre um tópico que empresas e pessoas costumam dar bastante atenção e justamente por isso coberturas do tipo All risks são […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.