Quais são as taxas cobradas no empréstimo pessoal?

2

O empréstimo pessoal é um recurso utilizado para emergências independentes da razão, sendo uma forma rápida de obter os recursos necessários, tornando-se atraente para muitas pessoas. Ao longo desse texto, você vai entender quais são as taxas cobradas pelo empréstimo pessoal e como ele funciona.

O que é o empréstimo pessoal?

Conteúdo

O empréstimo pessoal é uma modalidade de empréstimo na qual a instituição financeira cede um valor para seu uso pessoal e, em troca, recebe esse pagamento com juros. O empréstimo é uma alternativa atrativa por ser uma forma de conseguir uma alta quantia, pagando de volta em pequenas partes, ou seja, parcelado.

Para que serve um empréstimo pessoal?

O empréstimo pessoal serve justamente para emergências. É uma alternativa melhor do que o cheque especial, no qual os juros são cobrados diariamente. 

Para que serve um empréstimo pessoal?
Empréstimo pessoal. Fonte/Reprodução: original.

Mas antes de solicitar algum tipo de crédito, o indicado é pesquisar todas as modalidades disponíveis (e suas condições), para fazer a escolha mais vantajosa. Portanto, o empréstimo pessoal pode ser a opção mais viável para pagamento de dívidas maiores, viagens inesperadas ou qualquer outra situação que necessite de uma resolução rápida.

Tem opções para negativado?

Existem sim opções para negativados. Inclusive, essa é uma forma que muitas pessoas utilizam para limpar seus nomes, pois, após pegar o recurso necessário para quitação das dívidas, sem nome é limpo e o empréstimo é pago gradativamente. 

No entanto, é importante estar ciente que as financeiras que oferecem crédito a negativados geralmente cobram uma taxa de juros mais alta, tendo em vista que quanto maior o risco de inadimplência, maiores as taxas cobradas. 

Uma pessoa que já está com o nome negativado tem maior probabilidade de não cumprir com o pagamento. Ainda assim, esse não é um impeditivo para que você faça seu empréstimo pessoal, se assim desejar.

Quais as taxas cobradas no empréstimo pessoal?

A taxa do empréstimo é cobrada mensalmente, sendo a sua taxa uma das mais altas, porém, ainda fica atrás do cheque especial na maioria dos casos. Segundo dados do próprio Banco Central, a taxa fica em torno de 3,8% a 5,8% ao mês nos grandes bancos, e 7% no geral. 

Ainda assim, essa não é regra para toda instituição, já que algumas podem chegar até mesmo a incríveis 20% ao mês. Portanto, é necessária uma ampla pesquisa antes de solicitar seu empréstimo pessoal, para que você garanta as melhores condições possíveis.

Como funcionam as taxas do empréstimo pessoal?

As tarifas funcionam da seguinte forma: existe o CET e os impostos. O primeiro é o Custo Efetivo Total, ou seja, todo valor que será pago, levando em consideração não apenas os juros, mas também todas as tarifas e encargos. Já os impostos são taxas destinadas à receita federal, como por exemplo o IOF.

A taxa do empréstimo pessoal funciona como juros sobre juros, calculada em cima do valor original. Ou seja, caso você consiga um empréstimo de 3% ao mês, e escolha o valor de 1 mil reais, o valor de juros no mês será de R$30 reais, é basicamente dessa forma que funciona. 

Não esqueça de avaliar bem a melhor opção para você, de modo a não prejudicar a sua financeira, e nunca solicite um valor que seja maior que  você pode pagar. Tendo isso em mente, podemos afirmar que o empréstimo pessoal é uma excelente ferramenta quando bem utilizada!

2 Comentários
  1. […] declarando. Esse preenchimento é obrigatório e é importante que o código a ser colocado seja correto para que o imposto, seja calculado […]

  2. […] a carga tributária pode ser dividida em duas categorias diferentes: a bruta e a líquida. Vamos entender de forma mais aprofundada o que cada uma delas quer […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.