Juro real: o que é e como funciona?

0

Ao se fazer um investimento, é preciso calcular qual o seu verdadeiro rendimento para saber se foi um investimento positivo ou negativo. O juro real é um excelente indicador para isso, porque ele mede, subtraindo a inflação, o verdadeiro lucro do investimento que foi feito.

É importante entender os juros reais, pois eles afetam a economia e consequentemente as decisões de investimento no mercado. Neste artigo, vamos explorar o conceito de juro real, como ele é calculado.

O que é juro real?

Conteúdo

Juro real é a taxa de juros que considera a inflação. Ele é calculado subtraindo a taxa de inflação da taxa de juros nominal. Os juros reais medem a verdadeira rentabilidade de um investimento, já que a inflação afeta o poder de compra do dinheiro.

O que é juro real?
Fonte/Reprodução: original.

Os juros reais são importantes para os investidores, pois eles refletem o quanto um investimento realmente está rendendo. Um bom investidor sempre irá buscar investimentos que o trazem ganhos reais e por isso é importante calcular a taxa de juro para saber o quão rentável está sendo o investimento feito.

Como o juro real é calculado?

Para calcular a taxa de juro real, é necessário descontar o percentual de inflação da taxa de juro nominal, a taxa de juros antes de ser descontada a inflação. Para fazer esse cálculo, basta usar a simples fórmula: juro real = (1 + juro nominal) / (1 + inflação) – 1.

Usando de exemplo, podemos calcular usando 15% de juros nominais e 5% de inflação. Para inserir esses valores na fórmula, é necessário primeiro dividir eles por 100, portanto, teremos 0,15 para juro nominal e 0,05 para inflação. Sendo assim, temos: juros reais = (1 + 0,15) / (1 + 0,05) – 1.

Realizada a operação, teremos o resultado 0,09524. Para chegarmos até a taxa de juro real, basta multiplicar o valor final por 100, resultando numa taxa de juros reais de 9,524%.

Quais são as taxas de juros reais mais altas do mercado?

O Brasil está no topo da lista dos países com as taxas de juro real mais altas do mercado, com 8,16%. Seguindo o Brasil, temos México (5,39%), Chile (4,66%), Hong Kong (3,12%), e Colômbia (2,39%).

As taxas de juro real mais altas no mercado variam dependendo do país e das condições econômicas. Em geral, os países em desenvolvimento tendem a ter taxas de juros reais mais altas do que os países desenvolvidos. Isso ocorre porque os países em desenvolvimento tendem a ter taxas de inflação mais altas.

No entanto, esses valores podem variar dependendo das condições econômicas e políticas do país, então é importante se manter atualizado com as informações de mercado.

Como o juro real afeta a economia?

O juro real afeta a economia de várias maneiras. Se a taxa de juro real reflete os lucros obtidos através de um investimento, isso quer dizer que taxas de juros reais altas e próximas à inflação também podem levar a uma diminuição dos investimentos, já que os retornos dos investimentos são menores.

Por outro lado, taxas de juros reais baixas podem estimular o crescimento econômico, tornando maiores os lucros obtidos através dos investimentos.

Em resumo, o juro real é uma forma de medir a verdadeira rentabilidade de um investimento, considerando a inflação. Ele é importante para os investidores, pois ajuda a tomar decisões relacionadas a investimentos e políticas econômicas, e por isso, os juros reais afetam a economia, tornando importante estar sempre atento às suas variações.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.