Como funciona o refinanciamento de imóvel e como não se endividar?

0

Dentre tantos tipos de empréstimos disponíveis temos o refinanciamento de imóvel, que aos poucos vem ganhando popularidade aqui no Brasil. Esta modalidade de crédito é uma forma de empréstimo com garantia, onde o consumidor deixa o seu imóvel alienado ao banco, como garantia de que irá pagar a dívida. 

Mesmo com interesse, algumas pessoas têm receio de fazer um refinanciamento de imóvel. Quer saber o porquê? Então acompanhe este texto, onde esclarecemos o que é um refinanciamento de imóvel, como ele funciona e o que fazer para quitá-lo. 

O que é o refinanciamento de imóvel?

Conteúdo

O refinanciamento de imóvel é uma forma de obter crédito, onde a pessoa oferece o seu imóvel como garantia de pagamento do empréstimo, e o melhor, não é necessário que ele esteja 100% quitado. 

O que é o refinanciamento de imóvel?
Como é feito. Fonte/Reprodução: original.

Dessa forma, enquanto todas as parcelas do empréstimo não forem pagas, o imóvel continua alienado ao banco, com o direito de tomá-lo caso haja inadimplência.  

Para que serve o refinanciamento de imóvel?

Uma coisa que acaba fazendo muitas pessoas desistirem de fazer um empréstimo são as condições de pagamentos, que às vezes possuem prazos ruins e juros altos. Ao oferecer o seu imóvel como garantia em um empréstimo, para o banco o risco de inadimplência se torna menor. 

Com isso, o banco sente mais segurança em disponibilizar um empréstimo com baixas taxas de juros e bons prazos de pagamento, pois caso aconteça da dívida não ser paga, o banco não sairá no prejuízo. 

Portanto, um refinanciamento de imóvel serve para o consumidor conseguir melhores condições de pagamento, e para o banco, ter mais segurança em lhe fornecer o empréstimo. 

Quando usar o refinanciamento de imóvel?

Algumas pessoas podem acabar perdendo o controle do seu orçamento ou talvez aconteça algum tipo de imprevisto que as façam precisar urgente de dinheiro. Nesses casos, o refinanciamento de imóvel é recomendado. 

Ao usar o refinanciamento de imóvel, o consumidor consegue longos prazos de pagamento e tem total liberdade sobre o que fará com o dinheiro, pode usá-lo para quitar dívidas, fazer uma viagem, pagar um tratamento médico ou até para comprar um novo imóvel. 

Quais as taxas de juros do refinanciamento de imóvel?

A taxa de juros do refinanciamento são as mais baixas entre todas as outras modalidades de crédito. Enquanto as taxas do empréstimo pessoal variam entre 3% e 6% mensalmente, as do refinanciamento de imóvel ficam entre 0,60% e 1% mensais. 

Como funciona o refinanciamento de imóvel?

O refinanciamento de imóvel funciona de forma simples e acessível para a maioria das pessoas, só necessário ter um imóvel que estejamos menos 70% quitado para oferecer como garantia. 

É possível solicitar um empréstimo que equivale até 60% do valor do imóvel. A partir do momento que assinar o contrato do empréstimo, o imóvel está alienado ao banco, mas a posse continua sendo do dono do imóvel, já que o banco só pode tomá-lo caso o empréstimo não seja pago. 

Como fazer um refinanciamento de imóvel?

Procure por bancos e instituições financeiras que tenham como opção de empréstimo o refinanciamento de imóvel, compare as ofertas e escolha a melhor para você. Feito isso, apresente todos os documentos solicitados pelo banco. 

São exigidos documentos do imóvel e do contratante do empréstimo. O banco então fará uma análise de crédito, por se tratar de um empréstimo com garantia, ela deve ser menos rígida do que as análises dos outros tipos de empréstimos. 

Por fim, o banco irá analisar quanto vale o seu imóvel, para definir qual o valor máximo do seu empréstimo. Concluída todas essas etapas, basta assinar o contrato e receber o seu dinheiro. 

Como quitar o refinanciamento de imóvel?

Vimos que o refinanciamento de imóvel tem muitas vantagens, mas temos que lembrar que se as parcelas não forem devidamente pagas, o banco terá direito de tomar o seu imóvel. 

Portanto, para quitar a dívida e evitar maiores problemas, é bom analisar bem as condições do banco e ver se ela realmente se encaixa no seu orçamento. Se tiver um bom planejamento, não precisará ter medo de perder o seu imóvel, já que os bancos oferecem excelentes condições de pagamento para essa modalidade de crédito.

Ou seja, antes de fazer um empréstimo com garantia, se planeje e só o faça se tiver a certeza que conseguirá arcar com as parcelas da dívida. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.