post

Chevrolet e Honda suspendem produção no Brasil; e agora?

Duas das grandes fabricantes de produção de veículos suspenderam a sua produção no Brasil nesses últimos dias. E para entender toda essa história e todas as consequências dela é necessário voltar ao início de tudo.

A Chevrolet e a Honda são importantes empresas instaladas no Brasil que fazem com que a economia nacional gire proporcionando milhares de empregos aos brasileiros que fazem com que tenham poder de compra e movimente todo o mercado e, além disso, de auxiliar o mercado interno ainda ajuda a trazer uma maior visibilidade ao país devido a sua presença.

São muitos os modelos de carros que são considerados icônicos dessas marcas e que conquistam o coração dos brasileiros. Devido a toda tecnologia e design que essas empresas trabalham todos os lançamentos são de sucesso e conquistam um alto número de compradores. Essas duas empresas possuem grandes lançamentos no mercado brasileiro que são capazes de competir diretamente com modelos de outras empresas, mas ainda assim, se mantendo sempre no topo das vendas com seus principais modelos, como o Honda Civic e o Chevrolet Onix 2021.

Mesmo diante da realidade atual a venda de carros ainda teve um movimento considerável. A pandemia do Corona Vírus fez com que muitos setores de venda saíssem prejudicados e o de automóveis foi um deles. As pessoas ficaram receosas de investir em veículos no momento que o mundo está vivendo por ser cercado de incertezas e devido também a economia brasileira que está bem prejudicada.

Com uma venda menor do que o planejado desde o ano de 2020 e alguns contratempos no início da pandemia fizeram com que essas empresas tivessem que repensar um pouco sobre seu funcionamento e produção.

E ai chegamos ao ano de 2021 com a pandemia ainda persistindo e a divulgação da notícia que a Chevrolet e a Honda vão suspender a produção começa a se espalhar pelo país e a preocupar todos os cidadãos e principalmente os funcionários. Essa suspenção se da devido à falta de peças para a produção dos carros. Esse problema atingiu essas duas fabricantes, mas o mercado automobilístico vem se preocupando e muito com a possibilidade de isso impactar outras empresas e causar uma crise produtiva na indústria brasileira.

A Chevrolet parou sua produção e corre o risco de ficar até um mês sem produzir nenhum veículo, a Honda já tinha interrompido a sua produção um pouco antes da Chevrolet e vem sentindo também grandes impactos. Os próximos dias são de muitas incertezas no setor automotivo devido ao atraso da entrega de peças fundamentais para o funcionamento da produção e grandes consequências ainda virão devido a isso.

Quais os benefícios você ganha ao comprar um carro PcD?

Um carro PcD é um modelo de automóvel voltado para pessoas com deficiências, sejam mentais ou visuais. Esse veículo é um direito garantido por lei a mais de vinte anos no Brasil e de 2013 para cá ganhou mais força aumentando assim o número de vendas desses veículos e seus lançamentos e estreias de novos modelos de carros com versões exclusivas.

Ao comprar um carro PcD alguns benefícios são adquiridos, mas para adquirir esses benefícios é necessário entender um pouco mais sobre esses veículos e como eles funcionam.

Quem são as pessoas que tem direito ao carro PcD?

Por ser um veículo voltado para pessoas com deficiência qualquer pessoa com qualquer limitação ou impedimento de dirigir devido a alguma doença ou problema possuem o benefício de solicitar o CNH especial e dar entrada no pedido do veículo e com isso isenção dos impostos, como o pagamento do IPVA em 2021.

No momento da compra do veículo ele não engloba apenas o motorista do veículo, qualquer pessoa portadora de deficiência que vá utilizar o carro pode entram com o pedido, ate crianças.

Quais são os benefícios de ter um carro PcD?

Para quem tem o direito a solicitação da isenção e conseguem assim a permissão a redução do valor pode atender descontos em quatro impostos que estão presentes nas compras de qualquer modelo de veículo. IPVA, IOF, IPI e ICMS são os tributos que os donos de veículos PcD conseguem desconto.

Outros benefícios que são adquiridos por donos de carros PcD são o direito de estacionamento em vagas especiais para pessoas com dificuldades de locomoção e em algumas cidades como São Paulo, além da isenção do IPVA 2021 SP eles ficam isentos do rodízio.

Principais modelos de carro PcD no mercado

Honda fit personal: apresenta melhor custo-benefício do mercado, tem um espaço interno notável e modularidade dos bancos, não costuma apresentar problemas.

Volkswagen virtus 1.6 MSI: possui um desempenho eficiente do motor e um preço competitivo de mercado, além de um comportamento dinâmico.

Existem outros modelos com excelente custo no mercado que apresentam bons benefícios com estruturas que atendem a diversas necessidades e para a escolha do melhor veículo é só levar em conta os atributos e as características que se deseja ter no veículo. Com novas tecnologias e o conhecimento cada vez mais alto nesses veículos lançamentos acontecem todos os anos para que continuem atendendo o publico e suas limitações, mas sem deixar de lado todo o design e qualidade do veículo.

Por causa da pandemia, salões de beleza esvaziaram e mulheres passaram a se cuidar em casa

Devido a pandemia e o isolamento social provocado pelo corona vírus algumas medidas foram adotadas por diversos estados afim de diminuir o contato social. Atividades comerciais foram fechadas durante um determinado período de tempo e voltaram com algumas medidas de restrição.

Restaurantes, shoppings e salões de beleza fecharam suas portas e ficaram sem atender a população tendo assim que as pessoas acharem soluções possíveis para suprir a falta dos serviços prestados por esses estabelecimentos. Salões de beleza começaram a promover consultorias auxiliando as pessoas a fazerem seus tratamentos de beleza em casa e isso fez com que muitas mulheres começassem a desenvolver um grande apreço em se cuidar no conforto de seu lar e ver que é possível poupar um dinheiro com elas mesmas fazendo.

Unhas decoradas 2021, foi um dos principais investimentos feito pelas mulheres durante essa quarentena. Compra de esmaltes, técnicas de pintura e adesivos para unhas foram investimentos feitos tanto para passar o tempo quanto para se cuidar um pouquinho diante desse momento tão delicado promovido devido a pandemia.

Principais tendências de beleza

Progressiva, tintura e corte são procedimentos feitos diversas vezes ao dia na rotina de um salão funcionando normalmente. As tendências surgem de repente e conquistam o gosto de várias mulheres que a partir delas decidem cortar, pintar e alisar o cabelo para ficarem parecida com alguma atriz ou cantora e assim ficarem por dentro das tendências de moda.

Progressiva

A progressiva já foi uma grande febre no mercado da beleza. Muitas mulheres com o desejo de ter o cabelo liso investiam centenas de reais em procedimentos para alisarem os fios e se enquadrarem no padrão. Com o passar dos anos a progressiva perdeu um pouco sua força e os cabelos cacheados voltaram a chamar mais atenção e espaço no mercado, mesmo assim ainda existem muitas adeptas ao alisamento já que proporciona uma maior praticidade para o dia a dia e possuem uma certa preferência pelos fias lisos.

Tintura

Poucas são as mulheres que nunca se arriscaram mudando a cor de seus cabelos nem que seja um pouco. Luzes, apenas nas pontas ou o cabelo todo pintado faz parte do histórico de muitas mulheres e diversas são as opções de tonalidades. Loiro, ruivo ou castanho e preto são algumas das cores predominantes na cabeça da mulherada e são sempre muito presentes em diversos salões espalhados por todo o país.

Corte

Chanel, long bob ou Joãozinho são algumas opções de cortes bastante pedidos pelas mulheres que desejam se arriscar no curtinho ou que já são adeptas a um tempo. Toda praticidade do cabelo curto encanta e ameniza todo o calor do dia a dia. sem cabelos voando no rosto ou cortes diferenciados que destacam mais a beleza feminina são algumas das propostas que cabelereiras recebem e que atualmente muitas mulheres decidem alcançar esse objetivo sozinhas em casa se aventurando e tomando gosto com isso.

O autocuidado sempre foi algo muito valorizado por algumas mulheres e diante de toda a situação que o mundo se encontra isso virou uma coisa mais seria e necessária, se arrume para você e por você no conforto de seu lar.

Em 2021, qual será o valor do salário mínimo e benefícios sociais do governo?

Todos os anos há um reajuste no valor do salário-mínimo e dos benefícios que são concedidos pelo governo. Anualmente esses valores são ajustados de acordo com a média da inflação, mas nem sempre esses ajustes são suficientes diante da situação econômica, como no caso do ano que vem devido a toda crise provocada pelo corona vírus. Projetos sociais também passam por pequenas alterações e o novo valor do Bolsa Família 2021 já começa a ser divulgado para a população.

Salário-mínimo

O salário-mínimo no Brasil teve sua origem durante a década de trinta onde houve a regulamentação e a implementação de um valor fixo de pagamento para os trabalhadores. Devido ao extenso território brasileiro esse valor tinha alterações dependendo da região e estado, possuindo assim um total de 14 valores distintos de salário.

Com o passar dos anos o valor começou a passar por reajustes que ajudavam a recompor o poder de compra das pessoas e passaram a diminuir a diferença salarial entre os estados. Antes do decreto assinado pelo presidente da época, Getúlio Vargas, o valor do salário-mínimo ficou fixo durante oito anos e só após a lei foi decidido que os reajustes iriam acontecer de maneira mais frequente garantindo a manutenção e elevação do poder de compra desses trabalhadores.

Mudanças do salário-mínimo para 2021

O aumento no valor do salário-mínimo é feito para recompor toda a inflação do ano anterior. A partir de uma projeção medida pelo Índice Nacional de Preços ao Mercado (INPC) é estudado um novo valor que seja adequado garantindo a todos o poder de compra. Já que a constituição obriga o governo a repor todo o poder de compra tirado pela inflação essa correção acontece todos os anos com valores bastante variados.

Para o próximo ano esperasse um valor de quase R$1.088, mas para que esse valor seja validado é necessário a publicação da lei orçamentaria de 2021. A quantia atualizada será ofertada a partir do mês de janeiro, porem ainda esperasse uma contestação dos representantes civis e demais setores devidos a toda situação de crise que o Brasil todo está passando.

Mudanças nos benefícios sociais

Assim como o salário-mínimo sofre alterações todos os anos devido a inflação o valor dos benefícios sociais também são ajustados devido a ela. Pessoas que vivem em situação de pobreza e são beneficiadas pelos programas conseguem graças a eles a possibilidade de continuarem tendo um auxílio para se manterem.

Para o ano de 2021 o atual presidente Jair Bolsonaro não divulgou nenhuma alteração no valor do Bolsa Família. Desde a criação do programa ele já passou por diversas alterações, mas para o próximo ano nada foi divulgado ainda, levando a entender que não haverá aumento no reajuste do programa.

Para mais informações sobre a atualização dos valores pagos para o ano de 2021 é necessário que todos fiquem atentos a divulgação feita pelo governo federal e de olho na publicação da lei orçamentaria com o novo valor do salário para o próximo ano, para assim planejarem todo o ano que esta por vir.

Diferença do valor ganho por um profissional de nível técnico e nível superior

A diferença em relação ao ensino técnico e superior sempre é um ponto muito discutido por todos que buscam se qualificar para o mercado de trabalho. Duração, forma de ensino e funcionamento são pontos que acentuam a diferença desses cursos, mas e quando se fala no setor profissional? Quando esses alunos conseguem no mercado de trabalho uma vaga em suas respectivas áreas de estudo, qual a verdadeira diferença?

O piso salarial 2021 certamente é um dos principais pontos de diferença quando se fala em profissionais formados a nível técnico em comparação ao nível superior. De acordo com a categoria profissional esse valor é diferente, apresentando assim um valor diferente de salário empregada doméstica 2021 em comparação com as outras profissões, por exemplo. O piso salarial corresponde ao menor valor que os profissionais receberão de seus empregadores de acordo com a categoria que estão inseridos e pela lei.

Profissionais de nível técnico e superior no mercado de trabalho

É de conhecimento de muitos que profissionais de nível técnico muitas vezes conseguem empregos mais rápido do que os de nível superior. Por ser uma formação de duração mais curta e por possuir um ensino mais rápido e pratico com todo planejamento das aulas para formar um profissional para atender diretamente as necessidades do mercado alunos com essa formação conseguem um retorno mais rápido, mas muitas vezes acabam restritos na profissão.

Profissionais com formação de nível superior possuem o retorno financeiro um pouco mais demorado em comparação com os profissionais de nível técnico. A depender do curso encontram inúmeras dificuldades e a necessidade de uma especialização para começarem a atuar na sua área, já que muitos cargos pedem um diferencial desses profissionais. Jovens e adultos que escolhem o ensino superior possuem uma opção diferente de linha de segmento, que é a de ensino.  As graduações como são conhecidas oferecem um ensino focado na área de pesquisa facilitando assim o caminho para a área acadêmica, que não é totalmente possível em formações técnicas.

Piso salarial do mercado atual

Quando o piso salarial é definido para cada categoria dos profissionais é necessário que os empregadores cumpram a lei e o pagamento do valor estipulado para que os profissionais atuem cumprindo suas respectivas atividades. O valor salário é discutido através de reuniões dos sindicatos que pedem por melhores salários e qualidade de trabalho a depender de suas funções. Patrões, trabalhadores e a justiça do trabalho atuam juntos para a garantia do melhor funcionamento da lei e do mercado.

Todos os anos a tabela com os valores do piso salarial para o ano vigente são liberadas, mas enquanto não há a divulgação muitos profissionais se guiam pela tabela do ano anterior para assim conseguirem um planejamento prévio e tomar um maior conhecimento sobre o seu mercado de atuação.

Ainda está sem emprego? Confira o que fazer para o ano de 2021

Com a pandemia muitas pessoas ficaram desempregadas, o que é normal já que as atividades foram reduzidas devido a grande contaminação do COVD-19. Se você ainda está sem emprego? Confira o que fazer para o ano de 2021 nesse artigo!

Já é esperado a retomadas das atividades, assim que o risco de contaminação reduzir ou for criada a vacina que combate a doença. Saiba que serão muitas as oportunidades de emprego, enquanto estamos em quarentena é interessante que você invista nos estudos.

Muitas pessoas recorreram ao seguro desemprego 2021, mas o valor não é permanente. O seguro foi criado como um auxílio temporário, para que você tenha tempo de procurar emprego.

Fazer cursos é uma excelente opção para quem deseja turbinar a sua carreira, além de enriquecer o seu currículo. Com a retomadas das empresas a todo vapor, será necessário preencher o quadro de colaboradores, por isso as vagas de empregos irão disparar.

Dica: É interessante que você invista nos estudos, de acordo com a área que deseja seguir carreira. Assim você estará um passo a frente dos seus concorrentes, obtendo mais chances de ocupar a vaga desejada.

Concursos em 2021

De acordo com o PLOA há uma previsão de no mínimo 50 mil vagas para concursos no Brasil, essa poderá ser a sua oportunidade de ouro. Imagina trabalhar em uma empresa conceituada, com opção de crescimento de carreira? Melhor que isso, é saber que seu futuro estará garantido ao se tornar alguém concursado.

Não pense que é fácil ocupar uma vaga no concurso, você precisará ter muita determinação e foco nos estudos. Porque o processo seletivo desse tipo de emprego é via prova, onde você disputará com muitos outros candidatos.

Com a pandemia os planejamentos de concursos abertos foram interrompidos, o que de certa forma colabora para você ter mais tempo de preparação.

Os concursos que irão abrir, serão os seguintes:

  • Polícia Militar;
  • Corpo de Bombeiro;
  • Polícia Civil;
  • Receita Federal;
  • INSS;
  • Ministério da Justiça;
  • IBAMA;
  • INMETRO;
  • DPE;
  • Cartório;
  • SEFAZ;
  • Polícia Penal;
  • Detran;
  • Câmara dos Deputados;
  • Prefeitura;
  • Imbel;
  • Outras opções de concursos.

Como procurar emprego?

Para procurar emprego é interessante fazer uma pesquisa, geralmente no portal da empresa que deseja trabalhar tem algumas informações de vagas. Além disso, tem a opção de ligar para a empresa e procurar saber dessa informação.

 

Saiba que na atualidade as empresas antes de convocarem os possíveis candidatos, avaliam o perfil dos mesmos por meio das redes sociais.

Então, capriche na sua rede social mostrando um pouco sobre você. Essa análise poderá fazer toda a diferença na sua entrevista de emprego. Sem falar que dependendo do cargo concorrido, tudo o que a empresa precisa é de alguém com suas qualidades e características.

Lembre-se: As empresas não procuram pessoas perfeccionistas, mas pessoas capazes íntegras que dar o seu melhor e pretende crescer profissionalmente.

Os 10 carros com IPVA mais caros em São Paulo

O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, possui pagamento do IPVA 2021 obrigatório, que deve ser efetuado todos os anos pelos proprietários de veículos. 

Este tributo não possui valor único para todos os tipos de veículos, tendo aqueles que pagam menos e aqueles que pagam mais. Tudo isso porque o cálculo leva em consideração a alíquota estabelecida pelo Detran do estado, assim como também o valor de venda do automóvel em questão segundo a Tabela Fipe. 

Pode até parecer mentira, mas com o valor do IPVA de um superesportivo no estado de São Paulo, é possível comprar um sedã ou SUV de luxo e 0 km. Há donos de carros que chegam a pagar cerca de R$ 300.000 do IPVA todos os anos. Mas é claro que quem gastou milhões para comprar um carro de luxo, paga de olhos fechados essa quantia já que possui vários veículos caríssimos em suas garagens. 

Carros das marcas como Lamborghini e Ferrari, ou aqueles que chegam a custar mais de R$ 1  milhão, pagam bem mais caro por este imposto. 

Como já deve ser do seu conhecimento, o estado de São Paulo é um dos estados brasileiros que tem um dos mais altos IPVA do Brasil. 

Para que você tenha noção de quais são os carros com IPVA  São Paulo em 2021, listamos os 10 principais logo a seguir. Confira! 

1 – McLaren Senna Coupe 

O top 1 da lista dos carros com IPVA mais caros em São Paulo é a McLaren Senna Coupe, com R$ 288 mil à serem pagos por este imposto. O interessado neste carro de luxo pode encontrá-lo nas concessionárias brasileiras com preço a partir de R$ 7,2 milhões. 2 – Lamborghini Aventador SuperVeloce Jota 

2 – Lamborghini Aventador SuperVeloce

Com valor venal de R$ 6,9 milhões, a Lamborghini Aventador SuperVeloce Jota está entre os carros com IPVA mais caros. O dono dessa máquina deve pagar cerca de R$ 276 mil de IPVA anualmente. 

3 –  Rolls-Royce Phantom 

O Rolls-Royce Phantom tem IPVA de R$ 248 mil, já que seu valor venal é de R$ 6,2 milhões.

4 – Ferrari F12 TDF 2016

Indo de 0 a 100 km/h em apenas 2,9 segundos, com máxima de 340 km/h, essa potência possui valor venal de R$ 3.791.027 e IPVA de R$ 151.641,08.

5 – Ferrari 488 Pista 

Os carros da Ferrari normalmente possuem valor de IPVA altíssimo. Esse é um dos modelos! Com valor venal de R$ 4,5 milhões, o IPVA deste veículo é R$ 180 mil. 

Agora que você já sabe quais são os 5 (cinco) primeiros veículos com valores de IPVA altíssimos, confira a seguir os outros 5 das lista dos carros com IPVA mais caros em São Paulo:

  1. Ferrari 812 Superfast – valor venal: R$ 4,3 milhões/ valor do IPVA R$ 172 mil
  2. Rolls-Royce Dawn – valor venal: R$ 4,2 milhões  / valor do IPVA R$168 mil
  3. Ferrari GTC4 Lusso – valor venal: R$ 3,9 milhões / valor do IPVA R$ 156 mil
  4. Rolls-Royce Wrait  – valor venal: R$ 3,6 milhões – R$ 144 mil
  5. Lamborghini Huracan Coupe Performante LP 640-4 – valor venal: R$ 3,3 milhões / valor do IPVA: R$ 132 mil

Produção de veículos no Polo Industrial de Manaus tem queda de mais de 20% em 2020

A Produção industrial sempre se mostrou como um dos pilares da economia brasileira, o desenvolvimento fabril colaborou para a produção em massa. De diversos itens. Um dos setores beneficiados com esta revolução das máquinas foi o de produção de veículos. Com o advento tecnológico a produção se tornou mais eficiente. O Polo Industrial de Manaus (PIM) é um bom exemplo disto.

O PIM conta com um número significativo de funcionários, que durante um largo período neste ano tiveram de enfrentar a quarentena. O período de isolamento social proporcionou uma queda na produção de motocicletas, uma vez que as fábricas permaneceram fechadas.

Os efeitos causados pela pandemia do novo corona vírus afetaram a produção de motos no Polo Industrial de Manaus. De janeiro até agosto, 588.495 motocicletas foram produzidas, durante o mês de agosto ocorreu queda em comparação ao mesmo período do ano anterior. A queda na produção pode afetar o lançamento de motos em 2021 caso os percentuais baixos permaneçam.

De acordo com a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), a produção no Polo Industrial de Manaus, registrou uma queda de 20,9% nos primeiros oito meses de 2020, quando comparado com os mesmos meses do ano passado.

O acumulado dos meses de janeiro até agosto é de 588.495 motocicletas fabricadas, o que configura 155.061 a menos do que o mesmo período de 2019.

As vendas no atacado cresceram 5,4% em relação a julho do mesmo ano, ainda que, quando comparado a agosto do ano passado esteja 7,9% menor. No acúmulo dos oito primeiros meses do presente ano, quedas nas vendas foram registradas marcando o percentual de 21,6%. No mesmo período do ano de 2019 o número de vendas era maior.

O mês se agosto deste ano registrou o volume de 98.358, o que corresponde a uma alta de 0,4% quando comparado a julho do mesmo ano que contou com 97.920 unidades. Com relação ao mesmo período de 2019, podemos observar queda de 14,3% o que corresponde a 114.738 motocicletas produzidas.

Ainda que tenha ocorrido uma elevação nos números quando comparados a julho deste ano, a produção de motos precisa elevar seu número para que não ocorram prejuízos financeiros para as fabricantes.

O volume de fabricação poderia ser maior, no entanto, as medidas restritivas que atendem aos protocolos de segurança contra a Covid-19 estão em ação. Desde a retomada gradual de produção iniciada em maio, as fabricações de motocicletas tem se mostrado crescentes desde a retomada gradual.

A procura por veículos a duas rodas tem se intensificado nos últimos anos devido ao baixo custo quando comparado a um carro. Pontos como a maior oferta de crédito e o baixo custo de manutenção fazem com que as vendas cresçam.  Para responder à alta demanda do mercado, as fabricantes precisam aumentar os índices de produção das motocicletas.

Saiba como calcular Impostos Retidos na Fonte

Como é de costume, o início do ano é marcado por um dos assuntos mais falados, o imposto de renda (IR), os brasileiros costumam correr atrás de recibos e outros documentos, para assim, realizarem a sua declaração do IR. Para que você não se confunda, é importante que fique atento as tabelas do imposto de renda 2021. Entenda o que é o imposto de renda retido na fonte e tire suas dúvidas sobre o assunto.
O imposto de renda retido na fonte também é conhecido como IRRF e nada mais é do que uma das medidas da Receita
Federal para garantir um maior recolhimento de impostos. Ele consiste em um desconto mensal, que é aplicado pela Receita Federal nos salários dos trabalhadores. Para que os descontos aconteçam, o trabalhador deve ultrapassar o teto estabelecido pela Receita. No início do ano o contribuinte deverá declarar quanto foi descontado da fonte e se há diferença para o valor real. Caso o IRRF seja maior do que o IR, o contribuinte terá direito a restituição do IR no caso dos valores pagos acima.

Como calcular o IRRF?

Para que o cálculo seja feito a Receita disponibiliza uma tabela com as alíquotas de cada faixa salarial e seus descontos progressivos. As alíquotas são os percentuais que serão descontados do empregado, sempre respeitando sua faixa salarial. dessa forma, quanto maior o salário maior a porcentagem de imposto de renda. Confira os exemplos abaixo.
  • Salários até  R$1.903,98 o contribuinte está isento;
  • De R$1.903,99 até R$2.826,65 a alíquota é de 7,5% equivalendo a quantia de R$142,80;
  • De R$2.826,66 até R$3.751,05 a alíquota e de 15%  equivalendo a quantia de R$345,80;
  • De R$3.751,06 até R$4.664,68 a alíquota é de 22,5% equivalendo a quantia de R$636,13;
  • Acima de R$4.664,68 a alíquota é de 27,5%  equivalendo assim ao valor de R$869,36 seduzidos direto da fonte.
É importante levar em consideração a dedução do INSS, para que chegue a um valor de referência salarial. Existem ainda outros valores como os dos dependentes, que caso eles existam afetam os cálculos de base,  para cada dependente é subtraído o valor  de R$189,59.
Vamos ao exemplo:
  • Salário base de R$3.000 após a dedução do INSS.
  • dependentes = 0
De acordo com a tabela acima o percentual para este salário é o de 15% de IR, ou seja, R$345,80. Ao multiplicar o salário pela alíquota temos o valor de R$450,00. Subtraia os valores e terá a quantia descontada na fonte que é R$104,20.
Em casos com dependentes subtraia o valor de R$189,59 por dependente, após isso você terá o valor base para calculo. Lembre de sempre verificar a tabela progressiva mensal disponibilizada pela Receita Federal e realize os cálculos com atenção.

Qual a renda ideal para manter uma família de 4 pessoas

A renda familiar é um cálculo muito importante, que deve definir a média de gastos de uma família e as possibilidades de compra e aquisição para eles. Mas afinal, qual a renda ideal para manter uma família de, por exemplo, 4 pessoas?

Se você está se perguntando qual a renda média para um núcleo familiar semelhante, vale a pena conferir as informações abaixo:

A renda familiar é o cálculo base corresponde aos gastos necessários para manter as necessidades básicas de uma família, mas vale enfatizar que esse valor possui diversas variáveis.

Calculamos também a renda familiar a partir da soma de todos os salários presentes na residência dividido pelo número de pessoas.

Este valor é que será o gasto previsto para que a família subsidie as necessidades básicas mensais, como alimentação, acesso a educação, transporte público e vestimenta.

Qual a média salarial necessária para manter uma família de 4 pessoas?

Como você conferiu acima, a renda família é um cálculo muito importante que garante a qualidade de vida da família.

Quando pensamento em uma média salarial, incluindo os gastos básicos e considerando a inflação atual do mercado, podemos dizer que o valor esperado para que essa mesma família tenha qualidade de vida seja equivalente a

Este valor muito se afasta do salário mínimo atual, equivalente a R$1.045 2020 e projeção de R$1.079 em 2021. É importante mencionar igualmente que este valor, quando promovido pela CLT recebe descontos referentes ao INSS.

De acordo com a nova tabela do INSS para 2021, o percentual de contribuição dos trabalhadores permanece o mesmo, mas a projeção dos descontos aumenta uma vez que o salário tende a subir anualmente.

Como é realizado o cálculo do salário mínimo?

Assim como foi indicado nos parágrafos anteriores, o salário mínimo não é equivalente a média salarial esperada para que uma família brasileira de 4 pessoas possa ter acesso a qualidade de vida de acordo com os valores do mercado brasileiro.

Então como é realizado este cálculo? Bem, é interessante ter em mente que o salário mínimo foi uma conquista árdua do trabalhador e que em 2004, essa média mal superava os R$300.

Anualmente, o salário mínimo sofre reajustes com base no percentual do PIB e do INPC, mas interfere diretamente na valorização do real, na inflação e em programas sociais que promovem transferência de renda, tais como o Bolsa Família e o Salário-Família.

O cálculo visa promover acesso às necessidades básicas mencionadas, mas é atualizado dentro de uma projeção possível para o mercado de trabalho brasileiro.